• ter. jan 26th, 2021

Veja as tecnologias que ficaram mais populares durante a pandemia

ByMax Blanc

dez 31, 2020

A tecnologia vem sendo grande aliada da humanidade para o seu desenvolvimento e não foi diferente no combate à pandemia de covid-19. Com dispositivos auxiliando nas mais diferentes frentes, a parceria entre humanos e equipamentos tecnológicos foram de suma importância ao longo de 2020

Durante a pandemia, os drones passaram a ser muito utilizados devido a sua facilidade de locomoção sem contato entre as pessoas. Entre as suas funções, os equipamentos voadores auxiliaram na entrega de insumos médicos e testes de covid-19, no mapeamento das cidades para prevenir aglomerações e, além disso, para monitorar a temperatura das pessoas pelas ruas

Como medida contra a disseminação do coronavírus, os robôs também surgiram como uma alternativa para reduzir a quantidade de interação direta entre as pessoas. Diante disso, eles passaram a ser utilizados na entrega de alimentos em alguns restaurantes, na coleta de lixo para evitar o contato com objetos contaminados e, principalmente, na triagem dos hospitais, locais de alto risco de contaminação 

Utilizada pela sua capacidade de análise de bancos de dados, a Inteligência Artificial (IA) foi muito importante ao longo deste ano por conseguir produzir laudos médicos preciso em relação à covid-19, por mapear o perfil de pessoas que estavam sendo afetadas pela doença, e também por monitorar, geograficamente, o avanço dos casos da doença

Usadas com o intuito de diminuir o contato entre as pessoas, as câmeras térmicas foram bastante utilizadas em supermercados e aeroportos. Isso porque, ao invés dos termômetros tradicionais que medem a temperatura de uma pessoa por vez, estes dispositivos podem verificar a temperatura de até 15 pessoas de uma vez, evitando a formação de filas.

Tecnologia que já foi usada contra outras doenças, a higienização através de luzes ultravioletas do tipo C (UVC) voltou a ganhar força durante esta pandemia. Ela foi utilizada para higienizar produtos de supermercados recém comprados e ambientes com grande risco de contaminação, como transporte público e hospitais. 

Com a recomendação de não frequentar locais com possíveis aglomerações, a telemedicina também apareceu na pandemia como uma alternativa a consultas presenciais ao médico. Esses atendimentos foram feitos tanto em relação a doenças anteriores à covid-19, como consultas com psicólogos e atendimentos gerais, como para checar sintomas do coronavírus.

Seguindo a tendência da telemedicina, o ensino a distância (EAD) foi a alternativa encontrada por escolas e faculdades para que a educação não fosse totalmente paralisada durante a pandemia da covid-19. Utilizando diversos aplicativos de videochamadas e até mesmo o WhatsApp, alunos e professores puderam se conectar através desta tecnologia.

Fale Conosco
Mande um WhatsApp