• dom. jun 13th, 2021

Como limpar a memória do celular para melhorar seu desempenho

ByMax Blanc

jan 2, 2021
Excluir arquivos e aplicativos não utilizados auxilia no funcionamento do celular

Excluir arquivos e aplicativos não utilizados auxilia no funcionamento do celular
Freepik

Ao longo do ano as pessoas foram acumulando fotos, vídeos, conversas em apps de mensagem e também alguns aplicativos baixados que, muitas vezes, não têm mais utilidade. Por conta disso, é sempre importante estar atento à memória disponível do celular, para fazer limpezas periódicas no sistema do aparelho.

Monitoramento dos aplicativos

Um primeiro passo que pode ser observado pelos usuários dos dispositivos é a memória em cache dos aplicativos baixados. Esta memória refere-se às configurações rápidas que determinada aplicação fornece para que o acesso a ela seja facilitado, como login, senhas e preferências de quem usufrui dos serviços.

De acordo com Gustavo Torrente, professor e coordenador acadêmico da FIAP (Faculdade de Informática e Administração Paulista), há prós e contras de apagar esse tipo de memória. “Se for um serviço que você utiliza com frequência, não vale a pena apagar, porque ele pode ficar mais lento para carregar.”

“Mas, se forem aplicativos que você usou apenas uma vez, como o do estacionamento e o do restaurante, eles vão ocupar um espaço desnecessário no armazenamento, e aí pode ser interessante apagar a memória em cache deles indo até as configurações do aparelho”, destaca o professor.

Uma outra alternativa, essa mais conhecida, é apagar de vez os aplicativos que não estão sendo utilizados. Para isso, a dica do especialista é o usuário ir até a opção de armazenamento do dispositivo, e verificar quais são os apps que mais estão utilizando espaço, e se eles realmente estão sendo utilizados. A partir disso, a pessoa pode começar a excluí-los.

Atenção ao WhatsApp, fotos e vídeos

Um aplicativo quase indispensável atualmente, o WhatsApp, também pode ocupar uma memória desnecessária do smartphone, e limpar a sua memória periodicamente pode ser interessante. “Você pode entrar nos grupos mais frequente e apagar as mídias, por exemplo, porque, ao invés das mensagens tradicionais, elas ocupam bastante espaço”, ressalta o coordenador acadêmico.

Sobre as fotos e vídeos, a principal orientação para que elas deixem de ocupar muito espaço no armazenamento do celular é fazer o backup delas em serviços de nuvem, tanto no iCloud, para usuários da Apple, como no Google Fotos, para quem utiliza o sistema Android.

Segundo Gustavo, também é indicado que as pessoas transfiram essas mídias para cartões de memória, ou MicroSD, no caso dos usuários de aparelhos Android. Para quem usa Iphone, por sua vez, a dica é migrar vídeos e fotos para o computador, liberando espaço no smartphone, mas sem perder estes arquivos.

 

 

Sobrecarga e navegação lenta

 

 

Caso as pessoas não tenham o hábito de limpar a memória dos celulares, fazendo com que o seu armazenamento fique sobrecarregado, o smartphone pode começar a apresentar alguns problemas. “Se o aparelho ficar sobrecarregado, a navegação no sistema vai ficar mais lenta, e ele pode começar a travar frequentemente”, afirma o professor da FIAP.

“Muitas pessoas, inclusive, depois de um tempo alegam que o smartphone está devagar, que demora para carregar, e logo pensam em trocá-lo por um novo. Mas, às vezes, fazer uma formatação de fábrica, que faz uma limpeza mais profunda, pode fazer com que ele volte a operar normalmente”, destaca Gustavo Torrente.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Paulo Guilherme

Fale Conosco
Mande um WhatsApp